• LondriMoney

Defesa Social divulga balanço do trabalho no feriado prolongado

Foram atendidas 190 denúncias e confeccionados 46 termos de constatação por aglomerações, festas irregulares, falta do uso de máscaras, entre outras

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Social, divulga o balanço do trabalho realizado pela Guarda Municipal de Londrina durante o feriado prolongado de Corpus Christi e do último final de semana. Entre os dias 11 e 14 de junho foram atendidas 190 denúncias e confeccionados 46 termos de constatação.


A fiscalização aconteceu durante todos os períodos dos dias e muitas irregularidades foram encontradas. A Defesa Social pede para que a população respeite as determinações da prefeitura para o enfrentamento da pandemia. De acordo com boletim divulgado ontem à noite, a cidade já registra 795 casos da doença e 45 óbitos.


O secretário de Defesa Social, Pedro Ramos, falou sobre o comportamento de parte dos cidadãos com relação à pandemia. “Esses dados, do final de semana prolongado, demonstram a falta de sensibilidade de uma parcela da população que não entendeu as medidas que estão sendo tomadas pelo poder público municipal no sentido de minimizar os problemas causados pela pandemia. A gente verificou situações como essa do aterro do lago, onde uma pessoa de maneira irresponsável, levou um grupo de adolescentes para fazer um treinamento de futebol. Situação que não está ocorrendo nem no meio profissional do futebol do Brasil, a pessoa faz uma coisa dessa aqui. E o pior é que levou outras pessoas para assistir. Além das 40 pessoas envolvidas no jogo, tinham mais de 150 pessoas no entorno do evento”, informou.


Principais ocorrências – Após denúncia, as equipes da Guarda Municipal foram até uma distribuidora de bebidas localizada na Avenida Saul Elkind, na noite da última quinta, em frente ao Cemitério Jardim da Saudade para verificar denúncia de aglomeração e consumo de bebida. No local foram lavrados 11 autos da Lei seca municipal e foi feito termo de constatação.


Um denunciante informou sobre uma festa junina na rua Idalino Cesar. No local os guardas constataram a irregularidade e foi feito termo de constatação. O organizador foi advertido e as equipes determinaram o encerramento do evento.


Após denúncia de aglomeração em uma residência, de acordo com denunciante, 30 pessoas estariam no local. A equipe da GM foi até a casa e constatou cerca de 10 pessoas no passeio em frente ao imóvel consumindo bebidas alcoólicas e sem máscaras. No interior foram visualizadas 10 pessoas, também consumindo bebidas, todas sem máscaras. Devido à situação, foi solicitado o encerramento da festa e confeccionado termo de constatação.


Um solicitante informou que três moças estariam fazendo uso de narguilé em via pública. A viatura foi até o local e constatou o fato. Foi feita orientação quanto à proibição do uso em via pública e o objeto foi recolhido pela proprietária. A ação foi registrada em termo de constatação.


Sábado à noite, na zona rural, os guardas municipais interditaram um bar no distrito de Guaravera. Foi constatado que o local estava aberto após horário estipulado pelos decretos.

Ainda na noite do último sábado, a central da GM recebeu uma denúncia de uma festa na Avenida Antônio Capelo. Equipes foram até o local e constataram um evento com aproximadamente 50 pessoas, entre elas 14 menores de idade. Também foi constatado som alto, uso de narguilé, bebidas alcoólicas, aglomeração de pessoas e falta do uso de máscaras. Os guardas confeccionaram termo de constatação. Evento foi encerrado. O organizador foi advertido e orientado. Os adolescentes foram entregues aos pais ou responsáveis por meio do Conselho Tutelar.


Na manhã de domingo (14), a Guarda Municipal foi até o Mercado Shangri-lá, onde foram constatadas diversas irregularidades, incluindo aglomeração sem respeito ao distanciamento social, falta de uso de máscara e entrada de crianças. Foi feito o termo de constatação. O responsável por administrar o local foi advertido e orientado quanto ao cumprimento das normas profiláticas dos decretos municipais para o combate à pandemia.


Durante à tarde de domingo foi constatada grande quantidade de pessoas fazendo o uso indevido do Zerão, espaço público interditado pelo decreto 602/2020. Após orientação, foram feitos vários termos de constatação. Os cidadãos se retiraram do local.


Os guardas foram até o Aterro do Lago Igapó no final da tarde de domingo (14) e constataram um jogo de futebol feminino em andamento. O organizador foi qualificado e o evento foi encerrado. Ainda no local, em outra parte, a equipe visualizou mais de 150 pessoas no espaço público.


Ainda de acordo com Ramos, as pessoas precisam se conscientizar quanto às medidas de prevenção à doença. “Nós estamos percebendo que não basta só o rigor das medidas. É preciso haver uma consciência da população, sob pena de outras medidas terem que ser tomadas como vem ocorrendo em outras cidades do Paraná e do Brasil por falta da consciência da população”, pontuou.


A central 153 da Guarda Municipal continua à disposição para recebimento das denúncias. O serviço funciona 24 horas por dia.


Matéria: N.Com

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney