• João Escapelato

Dengue está controlada na cidade

Mesmo sem notificações ou casos confirmados nos últimos dias em Londrina, a orientação é manter os cuidados preventivos, para evitar uma nova onda do mosquito

O boletim epidemiológico desta quinta-feira (30) indica que a cidade acumula, desde a primeira semana de janeiro, 48.847 notificações da doença. Na última semana, foram apenas sete novas notificações.


Ao todo, foram registrados 21.862 casos positivos de dengue, nenhum deles nos últimos dias. O boletim cita também os casos descartados, 5.767. Outros 19.350 estão em análise, aguardando o resultado dos exames laboratoriais.


Durante o inverno, é esperada uma queda acentuada nos casos, já que as baixas temperaturas afetam o mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti. Ainda assim, a prevenção deve permanecer. “A atuação dos agentes de Controle de Endemias está focada nas localidades onde há notificações. O trabalho abrange vistorias nos imóveis e aplicação do inseticida, que é feita de forma pontual”, afirmou a diretora de Vigilância em Saúde, Sônia Fernandes.


Para impedir que a doença seja transmitida, é essencial eliminar os pontos que acumulam água, coibindo a proliferação do Aedes. Qualquer objeto ou local com água suja ou limpa, como bebedouros de animais, vasos de plantas, ralos e calhas, ou até mesmo rejeitos descartados indevidamente, podem se tornar criadouros do mosquito.


Os últimos levantamentos sobre a infestação do Aedes aegypti, realizados em Londrina, apontaram que a maior parte dos focos identificados ficam dentro dos imóveis. Por isso, a população deve continuar atenta, checando os possíveis criadouros para mantê-los limpos e sem água parada.


Com N.Com

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney