• João Escapelato

Estado envia equipe de bombeiros para o Pantanal brasileiro

Ônibus saiu de Curitiba nesta quarta-feira com 35 bombeiros militares para substituir os colegas que estão no combate ao fogo

Um ônibus do Corpo de Bombeiros saiu de Curitiba nesta quarta-feira com 35 bombeiros militares com destino ao Mato Grosso do Sul, para substituir os colegas que estão no combate ao fogo na região do Pantanal desde o dia 15 de setembro. Ao todo, cerca de 45 bombeiros do Paraná prestam apoio na região.


A saída dos bombeiros foi acompanhada pelo comandante da instituição, coronel Samuel Prestes. “O trabalho deles será em continuidade às ações. No Mato Grosso do Sul, serão destacados para atuar na região de Corumbá. Nossos homens já estiveram na cidade de Alcinópolis, próximo ao Parque Nacional das Emas, e debelaram o incêndio naquela localidade”, disse.


Antes de chegar ao destino, o ônibus passará por Ponta Grossa e Maringá, para buscar outros bombeiros que fazem parte da equipe. Os profissionais atuarão em conjunto com Exército e com o Corpo de Bombeiros do Mato Grosso do Sul. “O Paraná foi pioneiro nos estudos sobre incêndios florestais na década de 1960. Já prestamos apoio em outras situações e nossa tropa tem o treinamento para dar a resposta necessária”, disse o coronel Prestes.


A preocupação do Governo do Estado e do Corpo de Bombeiros com o fogo se alastrando por quilômetros de mata no estado vizinho motivou a formação de uma equipe de apoio, formado por bombeiros militares com treinamento para atuar em incêndio florestal. Também foi disponibilizado um suporte de equipamentos, com caminhões-pipa, caminhonetes e ferramentas para auxiliar o trabalho operacional.


Os bombeiros que participam da missão já estiveram em combate a incêndio florestal em outras regiões do País, e agora agregam mais experiência atuando numa vegetação diferente da encontrada no Paraná. “Nossa preparação inclui os treinamentos rotineiros, além dos cursos de formação e especialização. Nossa expectativa é fazer o melhor trabalho possível, auxiliando na recuperação da vegetação”, disse o capitão Marco Antônio, oficial mais antigo da equipe.


Com AEN

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney