• Matheus Philip

Londrina amplia investimentos para benefícios socioassistenciais

Valores destinados às famílias, em situação de extrema vulnerabilidade social, cresceu 77,5% entre fevereiro e abril deste ano

Foto: Vivian Honorato

Assegurando a sobrevivência e os direitos básicos das famílias londrinenses em situação de vulnerabilidade, a Prefeitura de Londrina está ampliando, a cada mês, a cobertura das pessoas atendidas com os benefícios municipais de Transferência de Renda. Por meio de recursos  do próprio Município, de fevereiro a abril, os repasses para o Benefício Eventual Emergencial e o Benefício Municipal de Transferência de Renda saltaram de R$488.771,80 para R$867.782,00. O aumento representa um incremento de 77,5% nos investimentos.


E o volume de pessoas atendidas por estes programas também cresceu. Em fevereiro, foram beneficiadas 4.748 famílias; em março, 5.251. E, em abril, foram assistidas 6.946 famílias londrinenses, o equivalente a um aumento de 46% nesse período.


A secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Marçal Micali, afirmou que essa evolução reflete a prioridade do Município em garantir os direitos básicos da população que esteja em situação de vulnerabilidade social. “Sabemos do impacto econômico e social causado pela pandemia e, dessa forma, aumentamos a proteção dessas pessoas, dentro das nossas possibilidades”, disse.


Estes benefícios são voltados às famílias cuja renda mensal seja de zero a até meio salário mínimo por pessoa. A situação é avaliada de forma técnica, pelas equipes dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). Também podem ser destinados às pessoas que estão em superação da situação de rua, desde que estejam sob acompanhamento das equipes sociais e possuam um lugar para morar.


Em março, por conta da pandemia de coronavírus, foi decretado o aumento do Benefício Eventual Emergencial (BEE), cujo valor máximo passou de R$91 para R$182. E o Benefício Municipal de Transferência de Renda – PMTR, também é eventual, ou seja, concedido de forma ocasional. Os valores podem variar de R$107,60 a R$250, e no mês de abril foram concedidos 2.904 benefícios PMTR.


Em Londrina, a estimativa é de 17 mil famílias sem nenhuma fonte de renda, e mais de 48 mil famílias com ganhos mensais de até dois salários mínimos. Além do Benefício Eventual Emergencial e o PMTR, a Prefeitura de Londrina concede outros auxílios socioeconômicos, como o Auxílio Natalidade, para participantes dos programas Família Acolhedora e Guarda Subsidiada.


Para inserção de novos beneficiários, é necessário entrar em contato com a unidade do CRAS mais próxima da residência, para agendar o horário de atendimento. A lista completa de endereços e telefones está na página da Secretaria Municipal de Assistência Social, no Portal da Prefeitura, e o funcionamento das unidades é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.


Matéria: N.Com

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney