• João Escapelato

Londrina Atletismo foca em treinos para competições no segundo semestre

Com suporte técnico e acompanhamento médico, os atletas seguem se preparando em suas casas para a possível retomada dos campeonatos nacionais

Treinando em casa, desde o início do período de isolamento social por conta da Covid-19, a equipe do Londrina Atletismo quer fortalecer a preparação dos atletas para o possível retorno do time às competições oficiais. A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) divulgou, no final de junho, um calendário de campeonatos nacionais a serem realizados no segundo semestre de 2020, com a intenção de retomar a programação, após os adiamentos feitos em razão da pandemia. O projeto Londrina Atletismo tem patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio da Fundação de Esportes (FEL), viabilizado pelo Fundo Esportivo de Incentivo ao Esporte.


Pensando no bom rendimento e alcance dos resultados, os londrinenses agora intensificam as atividades preparatórias. Conforme o calendário proposto pela CBAt, estão previstos para dezembro os dois principais eventos do ano: Troféu Brasil Caixa de Atletismo e Grande Prêmio Brasil Caixa de Atletismo. Outros torneios importantes previstos são os Campeonatos Brasileiros Caixa de Atletismo das categorias Sub-16, Sub-18, Sub-20 e Sub-23, agendados para setembro, outubro e novembro próximos.


A coordenadora técnica da equipe, Silvana Vieira, entende que o momento é de ter foco especial nos treinamentos em casa, uma vez que a sinalização da entidade máxima do atletismo nacional mostra que as competições podem ocorrer em breve. De acordo com a programação, o Londrina Atletismo poderia voltar a competir já no mês de setembro.


No momento, os atletas treinam em suas casas, separadamente, com programação e acompanhamento da equipe técnica. Além disso, estão sendo realizadas avaliações médicas, com equipe de ortopedistas, exames de imagem e sessões de fisioterapia. A intenção é solucionar problemas físicos existentes, pensar na prevenção de atletas com histórico de contusões, e dar sequência na preparação dos próximos meses. Neste processo, o projeto mantém todos os cuidados em relação ao novo coronavírus, seguindo protocolo de segurança baseado nas orientações das entidades de saúde.


O gestor Gilberto Miranda acredita que a estrutura oferecida aos atletas, com equipe multidisciplinar, médicos, fisioterapeutas e laboratório de exames de imagens, pode ser um diferencial neste momento. Este suporte é dado a todas as categorias do projeto, desde o Sub-16 até o time adulto.


Com N.Com


  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney