• LondriMoney

Melhorias viárias contemplam diferentes regiões de Londrina

As obras não param e vão proporcionar um trânsito de mais qualidade e seguro em avenidas e vias importantes

Foto: Secretaria de Obras

Alcançando todas as regiões da cidade, diversas obras viárias continuam proporcionando melhorias na infraestrutura de ruas e avenidas, aprimorando a mobilidade urbana e trazendo mais segurança à população. Atualmente, Londrina conta com cerca de 115 obras em fase de execução ou em processo licitatório, contemplando as áreas urbana e rural.


Ao todo, são mais de 40 obras em andamento no município, incluindo duplicações e prolongamentos de vias, construção de viadutos, pontes e transposições, reconstrução de terminais urbanos de ônibus, execução de galerias pluviais, pavimentação asfáltica, revitalizações e readequações de pistas, paralelamente a construções de Unidades Básicas de Saúde (UBS), creches, escolas e outros equipamentos públicos. Os recursos são federais, estaduais e municipais.


Uma série de trabalhos importantes estão sendo realizados simultaneamente. O viaduto da avenida Dez de Dezembro, uma das obras mais aguardadas pela cidade, será liberado pelo prefeito Marcelo Belinati nesta sexta-feira (17), às 11h30.


O prefeito destacou que as intervenções estão sendo feitas para melhorar a mobilidade urbana, atendendo a demandas  da população que já espera por essas obras há muitos anos. “A qualidade da malha viária é também40um investimento em qualidade de vida”, frisou.


Leste-Oeste – Entre as principais e mais utilizadas avenidas de Londrina, a Leste-Oeste passa por ampla revitalização, com intervenções que vão desde a avenida Universo até a Dez de Dezembro. O pacote de melhorias abrange remoção de asfalto antigo, adequações no sistema de galerias pluviais e aplicação de novo pavimento asfáltico. O investimento total perfaz R$14,8 milhões.


O Lote 2 da obra, que compreende trajeto entre as avenidas Rio Branco e Universo, está mais de 90% concluído, com a nova pavimentação feita integralmente. No momento, estão em execução calçadas, ciclovia e sinalização, entre outros detalhes. Já o Lote 1 ultrapassou a marca de 60% em execução. A pavimentação asfáltica está em fase final, bem como alguns pontos de demolição e deslocamentos de postes. As atividades agora estão concentradas na construção de ciclovia e sinalização da via.


Arco Leste – Outro grande projeto que segue em desenvolvimento pela Prefeitura de Londrina são as obras do Arco Leste, que estão permitindo a interligação entre diferentes regiões da cidade. Ao todo, estão sendo investidos cerca de R$ 19 milhões, e o objetivo é criar novas alternativas de rotas e facilidades de acesso a importantes avenidas e ruas, melhorando os fluxos de trânsito em vários pontos.


Os últimos dois lotes, Trechos 1 e 3, de um total de cinco, estão sendo executados. Um deles permite o prolongamento da Avenida dos Pioneiros, a partir da rotatória da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), na região leste, até a BR-369, na área norte.


Já o segundo faz o contorno por trás do Aeroporto de Londrina, ligando o final da Avenida Salgado Filho até chegar na Avenida Robert Koch. De forma geral, os serviços incluem pavimentação, duplicação de trechos, transposições, prolongamentos, revitalização de galerias pluviais, rotatórias e calçadas, iluminação, entre outros.


Avenida dos Pioneiros – Também na região leste, a avenida passará por duplicação em um trecho aproximado de 1,5 km, entre a rua dos Caquizeiros e rua Ângelo Antônio Tronchini, na abrangência do Jardim Morumbi. Os trabalhos começaram, há cerca de 20 dias, com a realização do levantamento topográfico, já finalizado, e início dos serviços de limpeza de terreno e terraplanagem. A Prefeitura de Londrina investirá cerca de R$ 2,6 milhões, com recursos próprios, para a execução das obras. O prazo de entrega é de seis meses.


Os serviços ajudarão a interligar de forma mais efetiva a pista no sentido de acesso à Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), onde foi feita, anteriormente, a duplicação que integra o Trecho 2 do projeto Arco Leste. Além da duplicação, será criada uma nova rotatória na avenida, no ponto de ligação com a avenida das Laranjeiras. O projeto ainda prevê uma ciclovia. A nova duplicação facilitará o trânsito, por exemplo, para quem trafega desde a Avenida Theodoro Victorelli até a área da UTFPR, condomínios e empreendimentos da região.


Serão mais de 10 mil m² em massa asfáltica e a avenida ganhará novo sistema de drenagem, iluminação e sinalização viária. Além disso, haverá interferências em redes de água e esgoto, telefonia e energia elétrica, entre outras adequações importantes que renovarão a via.


Faria Lima – Obra importante para a mobilidade urbana de Londrina caminha para as suas etapas finais. Trata-se da duplicação da Rua Prefeito Faria Lima, que inclui alargamento da via e a construção de uma ponte na região do Lago Igapó, além de várias intervenções, totalizando quase 1,5 km. O Lote 1 foi finalizado, no sentido da Universidade Estadual de Londrina (UEL) até a ponte do Lago Igapó, compreendendo trecho que inicia na Rua Reverendo João Batista Ribeiro Neto até a Rua Bento Munhoz da Rocha.


O Lote 2 tem cerca de 60% de execução e contempla duplicação e melhorias desde a ponte do Lago Igapó até a avenida Maringá. Uma ponte passando sobre o Lago Igapó, já está com a estrutura pronta, e estão sendo feitos no local serviços de melhorias em drenagem. O investimento total é de aproximadamente R$ 6,5 milhões.


Francisco Gabriel Arruda – Seguem a pleno vapor os serviços na avenida Francisco Gabriel Arruda, na região norte da cidade. Com investimento de cerca de R$ 5 milhões, esta obra proporcionará a revitalização completa da avenida, em extensão de quase 5 km, da Avenida das Nações até a Saul Elkind. Isso inclui toda a infraestrutura, com reconstrução de galerias e asfalto completamente novo; a mobilidade urbana, por conta da nova ciclovia que será construída, além de toda nova iluminação em LED.


A obra passou de 70% e, no momento, ocorre a recuperação de pista e melhorias em galerias pluviais no sentido centro-norte, entre as ruas Luis do Espírito Santo Júnior e a Avenida Saul Elkind. O trecho sentido norte-centro estará liberado por completo.


Anteriormente, já foram realizadas a rede de galeria pluvial, até a Rua Sérgio Augusto Peres da Silva; recomposição de pavimento; cinco pontos de ônibus com pavimento rígido em concreto, para suportar o impacto dos novos veículos do transporte coletivo e recuperação do pavimento e execução de ciclovia, que está 90% concluída, faltando apenas pequenas adequações.


Winston Churchill – Uma das vias mais acessadas pela população da região norte, a avenida Winston Churchill também está sendo revitalizada. No momento, há serviços de recuperação de pavimento e galerias pluviais, no trecho entre as avenidas da Liberdade e das Nações, sentido centro-norte. Também serão feitas adequações na rotatória da Winston Churchill com a avenida dos Amigos, onde será construída uma pista nova. Os pontos principais da obra são a realização de pavimentação e drenagem, feitos como parte do projeto de implantação do Sistema de Transporte Urbano BHLS (Superbus) nesta via. O valor investido é de R$ 10,8 milhões, com previsão de entrega para 2021.


Guilherme de Almeida – Iniciada recentemente, esta obra na região sul de Londrina custará cerca de R$ 2 milhões para a duplicação da avenida. O trecho trabalhado tem extensão de 600 metros, aproximadamente, entre a rua Rinaldo dos Santos e rua dos Zeladores. Sendo uma via de alto fluxo de veículos, a obra facilitará o tráfego nesta região, possibilitando mais fluidez e segurança para motoristas, ciclistas, pedestres e moradores dos bairros de abrangência. O prazo de entrega é de cinco meses, após a assinatura da ordem de serviço, ocorrida em maio.


Avenida Europa – Estão sendo finalizados os trabalhos de recape asfáltico na avenida Europa, também na área sul. O serviço totaliza a faixa de cerca de 1,5 km nos dois sentidos da via, desde a avenida Dez de Dezembro até a Rua Ernesto de Souza Guedes. Ao todo, são 22.500 metros quadrados de recape, que eram aguardados pelos moradores dos bairros vizinhos e motoristas que utilizam a avenida diariamente.


Antes, em maio, a Prefeitura já havia liberado a duplicação da avenida, em trecho compreendido entre a Rua Ernesto de Souza Guedes até quase chegar à Rua José Negri. Este trabalho permitiu interligar este trecho, que antes não contava com pavimentação e estava totalmente deteriorado, escuro durante a noite e com falta de sinalização adequada, oferecendo riscos aos motoristas e moradores.  Foram investidos R$ 580 mil para realizar os trabalhos. O local ganhou novas calçadas com acessibilidade e meio-fio, renovação das galerias de água, canteiro com grama e jardinagem, bem como iluminação nova e moderna com sistema LED.


Ayrton Senna – Iniciada há cerca de um mês, em junho, a obra de construção de uma terceira faixa na avenida Ayrton Senna está com serviços iniciais em andamento. A área trabalhada são as rotatórias próximas à Avenida Maringá e Lago Igapó, que vem recebendo as primeiras melhorias. Estão sendo concluídas as recomposições de galerias pluviais, meio-fio e preparação para reconstituição de asfalto neste ponto, que terá alargamento de pista e adequações para a faixa nova que será implantada. Essa primeira etapa inclui, ainda, a compactação de base para a futura pavimentação.


Toda a extensão da avenida receberá intervenções, desde a rotatória da Avenida Joaquim de Matos Barreto até a Avenida Madre Leônia Milito. A obra tem como finalidade melhorar o trânsito nessa região, principalmente nos horários de pico, onde há alto congestionamento. Serão feitas a recomposição do asfalto, readequações em vagas de estacionamento e retirada de ciclovia. São mais de R$ 600 mil investidos para a execução completa do projeto.


Rua Dom Bosco – No final de junho deste ano, começaram as atividades da obra de prolongamento da Rua Dom Bosco.  O objetivo é facilitar o tráfego de veículos para quem transita pela avenida Maringá, no sentido sul-norte, até o centro da cidade. Para isso, será criado um novo trecho de pista, com cerca de 100 metros, que permitirá a ligação até a rua Paulo Kawassaki, a partir da rua Michigan.  Hoje, os motoristas precisam fazer trajetos mais longos e intensificam o tráfego em vias de ocupação residencial.


Serão criadas melhores condições de acesso e mais segurança aos pedestres que utilizarão este trecho, englobando a execução de novas calçadas com acessibilidade nos dois lados da via pública, bem como o aprimoramento do sistema de drenagem de águas pluviais já existente. O investimento total será de R$ 213 mil.


Com: N.Com

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney