• Matheus Philip

Obras e indústrias terão serviços suspensos

Medida determina suspensão de todas as obras terceirizadas e funcionamento apenas de indústrias de setores essenciais

Foto: Pixabay

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP), determinou através do decreto nº 361, que todas as obras em andamento na cidade, públicas ou privadas, sejam paralisadas a partir de sábado (28). A medida é mais uma das diversas precauções que o município, através das autoridades londrinenses, vêm tomando para evitar a aglomeração de pessoas e a possível propagação do coronavírus na cidade.


As únicas indústrias que permanecem abertas mesmo com o decreto, são aquelas que sua produção se enquadra em setores estratégicos em meio a pandemia, como as que produzem bens de consumo (alimentícios, energia, gás, abastecimento, tratamento de água) e produtos de necessidades básicas (limpeza, higiene, máscaras, roupas e materiais médicos).

“A suspensão das obras na cidade é geral, sejam elas municipais, do estado ou federais. E a maior parte das indústrias também vai parar. Estamos prezando por salvar vidas, pela saúde da população em geral, incluindo os servidores, funcionários e colaboradores desses locais. As exceções são produtos que as pessoas não podem ficar sem. É hora de ficar em casa, respeitar o isolamento, se prevenir e sair só para necessidades reais. Tudo será fiscalizado pelas nossas equipes”, disse Marcelo Belinati.

Com a medida, todas as obras de recape asfáltico, duplicação viária, viadutos, revitalização de pistas, recuperação de praças, bem como todas as que são realizadas pela Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (SMOP), estão suspensas.


A prefeitura também informou que os órgãos responsáveis, farão fiscalizações e caso necessário, serão realizadas sanções e penalidades, como multas e interdição dos locais.


Informações: N.com

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney