• LondriMoney

Outubro Rosa debate alimentação saudável e apoio psicológico

Prevenção e o diagnóstico precoce do câncer são o foco da campanha; agendamento de horário para sábado já está aberto

Nesta quinta-feira (15), está na programação da campanha Outubro Rosa o debate sobre a importância da alimentação saudável e do apoio psicológico às mulheres diagnosticadas com câncer ou em fase de tratamento. As pessoas interessadas em participar do encontro, e tirar suas dúvidas, podem acessar o bate-papo, gratuitamente, pela Plataforma Google Meet, no link https://meet.google.com/yji-anvs-kgj.


A partir das 15 horas, a nutricionista Mirela Ferreira e a psicóloga do Hospital do Câncer, Tatiana Brum Mendes, vão apresentar os cuidados que as pacientes e seus cuidadores devem ter durante todo o processo de tratamento e cura do câncer. Segundo a diretora de Articulação de Políticas Públicas da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), Carla Ramos, é necessário abrir espaços para esse assunto, visto que ainda existem muitos mitos relacionados à área. Além disso, as pesquisas científicas têm avançado rapidamente, demonstrando a importância de se atualizar constantemente.


“O objetivo é que as profissionais conversem sobre os cuidados que as pacientes devem ter durante o período de quimioterapia e de radioterapia, para combater o câncer, manter o sistema imunológico mais forte e o psicológico também. Isso serve tanto para as mulheres que estão atravessando essa fase, quanto para seus cuidadores. Sabemos que, desde o momento em que as pessoas recebem a notícia sobre a doença, há uma mudança na rotina e na vida dos pacientes, familiares e amigos próximos. A intenção é abrirmos espaço para conversarmos sobre isso”, explicou a diretora da SMPM.


Com essa finalidade, a nutricionista, especialista em clínica funcional e nutrição aplicada às ciências do esporte, vai abordar aspectos sobre a alimentação saudável para a melhora dos efeitos colaterais dos tratamentos médicos e na ajuda para o funcionamento do sistema imunológico. Ao iniciar uma quimioterapia é comum que a pessoa se sinta indisposta, tenha alterações no apetite e enjoe com frequência. Para evitar isso e estar preparada para essas e outras mudanças, é preciso saber mais sobre o assunto e aplicar dicas, como diminuir drasticamente o consumo de alimentos gordurosos e de frituras.


Outro aspecto a ser valorizado é a saúde psicológica. Por isso, a psicóloga, especialista em saúde e cuidados paliativos, estará presente no bate-papo. Ela mostrará que, apesar dos rumos diferentes que as vidas dos pacientes com câncer podem tomar, é preciso estar atento às mudanças no comportamento, sentimentos e emoções, como o isolamento, o medo do tratamento, do desconhecido, de se tornar dependente do outro, a baixa autoestima ou ainda de sentimentos como a ansiedade, angústia, raiva ou culpa.


Dia “D” – Durante o mês inteiro de outubro, a Prefeitura de Londrina tem organizado diversas ações em prol da conscientização pela prevenção e combate ao câncer em mulheres. Além dos encontros com médicos e especialistas, as mulheres poderão realizar neste sábado (17), das 8h às 17h, o exame preventivo do colo do útero (Papanicolau), a avaliação clínica das mamas e o agendamento de mamografia quando for necessário.


Para isso, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) já estão com a agenda aberta para agendamento de horário. As interessadas podem telefonar na unidade de saúde mais próxima de sua residência e escolher o melhor horário (veja os telefones aqui). No sábado, estarão funcionando as unidades de saúde dos distritos de Lerroville e de Guaravera e todas da zona urbana, com exceção das UBSs que estão atendendo exclusivamente para síndromes respiratórias e casos suspeitos de Covid-19.


Segundo a coordenadora de Saúde da Mulher da Secretaria Municipal de Saúde, Priscila Colmiran, as atividades realizadas durante o mês de outubro compõem a parceria entre a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres e a de Saúde. A intenção é estimular a prevenção e a detecção precoce dos diversos tipos de câncer, em especial o de mama, que é o maior responsável por mortes devido ao câncer em brasileiras e mulheres do mundo inteiro. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), do Ministério da Saúde, de 2020 a 2022, mais de 66 mil mulheres devem desenvolver o câncer de mama no Brasil.


Com: N.Com

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney