• Matheus Philip

Podcast da CMTU discute números da violência no trânsito

Disponível nos principais aplicativos do ramo, programa chama atenção para o Maio Amarelo, mês dedicado à conscientização para o alto número de mortos e feridos nas vias do país

Foto: Reprodução

Foi ao ar, na última quinta-feira (14), o segundo episódio do CMTU Acontece, o podcast de informações e notícias da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU). Com pouco mais de uma hora de duração, o programa trata do Maio Amarelo, movimento cujo objetivo é chamar atenção da sociedade para o elevado número de mortos e feridos nas ruas e avenidas do país.


O principal convidado dessa edição é o diretor de Trânsito da CMTU, major Sergio Dalbem, que repercute os dados da violência viária em nível local e nacional. Informações do Placar do Trânsito, levantamento divulgado esta semana pela companhia, revelam que, apesar da queda no número de veículos rodando em Londrina durante o período de quarentena, houve aumento dos flagrantes de avanço de sinal vermelho.


Além de analisar as hipóteses que levam alguns condutores a insistir em comportamentos perigosos no trânsito, mesmo com ruas mais vazias em função da paralisação das atividades produtivas, Dalbem aborda as dificuldades que o Brasil enfrenta para avançar no enfrentamento às mortes – sendo a principal, na opinião dele, a cultura antifiscalização do brasileiro.


Números do Ministério da Saúde apontam que, nove anos após assinar tratado com a Organização das Nações Unidas (ONU) se comprometendo em reduzir pela metade os óbitos no trânsito até 2020, o Brasil ainda está longe de alcançar a meta. Em 2011, 44.553 pessoas perderam a vida nas vias do país. A soma caiu para 33.625 em 2018, mas ainda com cerca de 10 mil registros a mais que o previsto no compromisso firmado.


O CMTU Acontece recebe também dois agentes municipais, lotados na Coordenadoria de Educação no Trânsito, para responder a dúvidas de internautas – recebidas pelas mídias sociais da companhia – sobre a utilização da motocicleta em condições adequadas de segurança. Por fim, o programa ainda exibe um recado do Observatório Nacional de Segurança Viária gravado especialmente para Londrina.


Lançada em abril, o podcast tem como objetivo discutir assuntos que afetam diretamente a vida do londrinense, sobretudo os relacionados aos serviços da CMTU. Trânsito, transporte, limpeza e conservação da cidade: a proposta é articular temáticas variadas de maneira simples e descontraída. O programa é produzido por servidores da própria companhia e está disponível nos principais agregadores de podcast, como Spotify e Deezer.


Matéria: N.Com

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney