• João Escapelato

Prefeitura promove palestras para prevenção de coronavírus

Projeto utiliza videoconferências para repassar informações sobre a doença; mais de 2.400 funcionários já participaram

A iniciativa é executada por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que por integrarem os grupos de risco para COVID-19 estão trabalhando de forma remota. Os servidores, entre fisioterapeutas, dentistas, psicólogos, profissionais de Enfermagem, dentre outros que integram o NASF, já contataram 21 empresas de construção civil, prestação de serviço e indústrias, atingindo cerca de 2.400 funcionários.


A ação integra o projeto da Universidade Estadual de Londrina (UEL), “Saúde em Tempos de Covid-19: como se proteger e evitar a disseminação”, onde a Prefeitura atua como parceira. De acordo com a diretora de Atenção Primária da SMS, Valeria Cristina Almeida de Azevedo Barbosa, as videoconferências incentivam os cuidados com a saúde no ambiente de trabalho. “O foco é na prevenção ao novo coronavírus, para evitar contágio e transmissão no local de trabalho, e evitando novos casos nas famílias desses trabalhadores, com as medidas praticadas nas casas também”, citou.


A diretora destacou que os profissionais fazem contato com um grupo de funcionários, priorizando os que atuam na área de segurança do trabalho, e eles são responsáveis por transmitir o conteúdo aos demais. “Essas palestras são feitas em videoconferência, com orientações sobre o uso correto das máscaras, como higienizar as mãos, os equipamentos compartilhados no trabalho, inclusive a forma segura de fazer troca das roupas. E quem participou, repassa aos demais colegas”, explicou.


O projeto foi elaborado pelas professoras da UEL, Celita Salmaso Trelha e Michelle Moreira Abujamra Fillis, que também atua pelo Município. Segundo a fisioterapeuta Michelle, cada apresentação é desenvolvida com base nas necessidades dos participantes. “Reforçamos quais os sinais e sintomas do Covid-19, apresentamos as unidades de atendimento que a Prefeitura disponibiliza para os pacientes, e tiramos as dúvidas que eles trazem durante a palestra”, comentou.


Dos contatos feitos com os participantes das palestras, surgem também orientações repassadas aos responsáveis, para que o local de trabalho tenha mais segurança e menor risco de transmissão do novo coronavírus. “Por exemplo, em uma ocasião nos questionaram se, após lavar as mãos, ao invés do papel toalha pode ser utilizada a máquina de ar, que é o que a empresa oferece. Pesquisamos e descobrimos que esses aparelhos aumentam, e muito, a dispersão de gotículas, e facilita a transmissão do vírus. Então fizemos a sugestão para que readequassem. Nos condomínios residenciais, o lixo é o que mais facilita o contágio se não for armazenado de forma adequada. Então surgem algumas propostas de melhorias, que descobrimos conforme as particularidades de cada setor”, citou.


Além da videoconferência, o projeto encaminha um material de apoio para auxiliar na continuidade das práticas de prevenção. Interessados podem entrar em contato através do e-mail prevencao.covid@saude.londrina.pr.gov.br.


Com N.Com

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney