• LondriMoney

Saúde produz mais de 100 mil tubos para transporte viral de testes de Covid-19

Material foi elaborado pelo Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos (CPPI), administrado pela Funeas – Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Paraná

Foto: SESA

O Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos (CPPI) da Secretaria de Estado da Saúde já produziu mais de 100 mil tubos para Meio de Transporte Viral - MTV, material usado para exames da Covid-19.


O MTV, líquido que vai no tubo, é utilizado para manter as condições adequadas no transporte e conservação da amostra até que possa ser analisada no laboratório. Para que isto ocorra, todas as recomendações de coleta e armazenamento devem ser seguidas.

“A Sesa incentiva o trabalho do CPPI e destaca o Paraná como centro de pesquisa”, disse o secretário de Estado da Saúde Beto Preto.


O farmacêutico responsável pela Divisão de Produção do CPPI e pelo projeto de MTV, Erickson Luiz de Moura, explicou que a linha produção dos tubos incluiu seis etapas, do preparo inicial até a expedição final.


A primeira etapa é a formulação, em que os reagentes são pesados e misturados, formando o MTV. “Depois, passamos pela esterilização por vapor úmido, em que o meio formulado torna-se livre de contaminantes. Na sequência vem o envase, em que o produto esterilizado é colocado em tubos dentro de uma área controlada; a rotulagem, em que o produto é identificado; o controle de qualidade, para a verificação da conformidade dos parâmetros de produção”, explica. A última etapa que é expedição do produto final para o Laboratório Central do Estado.


“É um trabalho muito importante que estamos prestando para o Paraná neste momento de pandemia ao preparar estes tubos de coleta”, disse a farmacêutica Luciana Potzecki, que coordena o controle de qualidade.


MARCO – O diretor-geral do CPPI, Rubens Gusso, afirmou que chegar a este nível de produção é um marco para a unidade. “Estamos apoiando o Estado no enfrentamento da Covid-19”.


O CPPI é administrado pela Funeas – Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Paraná, que também ressalta a importância da produção dos mais de 100 mil tubos para MTV.

“É preciso valorizar o esforço das equipes, pois o processo de envase foi realizado manualmente. Este trabalho resulta da parceria com CPPI e Escola de Saúde Pública do Paraná, que viabilizou a contratação de bolsitas para apoio na produção”, explicou o diretor-presidente da entidade, Marcello Machado.


Com: AEN

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 por LondriMoney